terça-feira, 6 de outubro de 2009

o tempo é como uma bola
por mais que insistam em dizer
que corre
digo que roda roda roda
e para no mesmo pé
do lance inicial

alcântara .

2 comentários:

Alessandra Zelinda Bessa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alessandra Zelinda Bessa disse...

Fantástico este teu poema Jander!
Abraço.
intémaisvê...
XD